Política Principais Variedades

Três Barras terá Sala Lilás para acolhimento de mulheres vítimas de violência

Ação é a primeira parceria entre a Procuradoria da Mulher da Câmara de Vereadores e a Polícia Civil.

 

 

Foi realizada na Câmara de Vereadores de Três Barras na última quarta-feira, 18, uma reunião para estabelecer a primeira parceria efetiva com a Procuradoria da Mulher. Com isso será lançada no município a Sala Lilás. Ela ficará na Delegacia de Polícia Civil e será própria para o atendimento de mulheres em situação de risco.

 

 

 

Na reunião entre a Presidente da Câmara de Vereadores, Mara Carla Eufrasio Shimoguiri (PTB), o Delegado Regional de Polícia Civil, Eduardo Borges, e o Agente de Polícia João Carlos de Lara Porto, ficou decidido que será criado um espaço destinado ao acolhimento e ao atendimento de mulheres vítimas de violência. O projeto já terá apoio da Procuradoria criada neste mês pelos vereadores de Três Barras.

 

 

 

A instalação de Salas Lilás pela Polícia Civil é um importante meio para o acolhimento da mulher vítima de violência. Ao chegar no local, por exemplo, a mulher é recebida e suas crianças podem aguardar enquanto a mãe é ouvida em outro ambiente acolhedor, o que proporciona uma escuta ativa respeitosa.

 

 

 

A instalação servirá como aparelho de enfrentamento à violência contra a mulher garantindo às vítimas o respeito a sua privacidade, atenção que elas merecem e o cuidado que a Polícia Civil tem para com essas mulheres.

 

 

 

PROCURADORIA DA MULHER

No início do mês de maio, por unanimidade, os vereadores aprovaram a criação da Procuradoria da Mulher na Câmara de Três Barras, com o objetivo de apoiar os órgãos competentes quanto às denúncias de violências e discriminação, além de cooperar com à implementação de políticas para as mulheres.

 

 

 

A lei teve autoria de Carla Shimoguiri, a qual nomeou Josecleia Maria de Souza Simas Gazaniga, (MDB), como Procuradora da Mulher e Daniele Krailing, (PP), como Procuradora Adjunta.

Comente esta matéria: