InícioConexão SaúdeDepressão e Suicídio

Depressão e Suicídio

Últimas notícias

Em ação rápida policias recuperam veículo roubado em Canoinhas

Nesta quinta-feira, 20, a Polícia Militar foi  acionada para...

Mulher vítima de violência doméstica aciona a PM através do botão do pânico

Na manhã desta quinta-feira, 20, uma mulher vítima de...

Olá gente amiga, é com grande satisfação que aqui estamos para mais um encontro na nossa Conexão Saúde. E hoje, estaremos destacando um assunto bastante complexo e de certa forma, de repercussão social: “a depressão e o suicídio”. Há quase um mês atrás, repercutiu na grande mídia, a morte da jovem Yasmin Gabriele de 17 anos (ex-assistente de palco do Programa Raul Gil). Segundo as informações, a jovem sofria de depressão e a suspeita é de que ela tenha se suicidado. Yasmim era cantora e desde pequena aparecia frequentemente no Programa de Raul Gil, algumas de suas interpretações homenagearam Ivete Sangalo, Lady Gaga, Calcinha Preta, entre outros artistas de sucesso. A última aparição de Yasmin no programa ocorreu em 2017.

Foto: Yasmin Gabriele

 

 

 

 

Nesta ocasião a jovem falou sobre a morte da mãe, em 2012, vítima de um câncer e também do irmão de 23 anos, vitimado pela mesma doença. Várias notícias sobre vítimas de depressão circulam frequentemente nas redes sociais, no entanto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) orienta para que notícias sobre assuntos delicados como este não sejam divulgados com muita frequência e ocasione ainda mais mortes, no entanto, a recomendação também traz um outro problema: a falta de informação. Muitas pessoas acabam tirando a própria vida por não saberem a quem recorrer.

 

 

 

 

Para situações extremas existe o CVV, Centro de Valorização da Vida, ligando 188 ou enviando mensagem pelo site. O centro possui inúmeros profissionais que estão prontos para ouvir e orientar as pessoas vítimas de depressão. Segundo o Portal de notícias da TV Globo esta doença afeta 4,4% da população mundial e 5,8% dos brasileiros, o Brasil é o país com maior prevalência de ansiedade no mundo: chegando à 9,3%. A depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo todo, segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) referentes a 2015. Em 10 anos, de 2005 a 2015, esse número cresceu cerca de 18,4%.

 

 

 

 

Portanto, nunca é demais falarmos sobre o assunto e claro, quebrarmos esse “tabu” que existe entre as pessoas. A depressão não é “frescura”, e tão pouco algo inanimado. Ela se tornou a segunda maior causa de morte em todo o mundo, se espalhando gradativamente, ou seja, quanto mais divulgarmos essa situação, diminuiremos os tristes resultados oriundas deste mal. Na próxima edição, estaremos sanando mais algumas dúvidas que por ventura poderão estar surgindo após esta nossa conversa.

 

 

 

 

Lembrando que se você quiser esclarecer alguma situação pendente, é só entrar em contato com a nossa equipe de reportagem através do seguinte endereço eletrônico: [email protected] e a sua participação será muito bem-vinda. Muito obrigado pelo carinho e que Deus te abençoe. Tchau gente e um forte abraço!

Equipe Gazeta
Equipe Gazetahttps://gazetanortesc.com.br
Somos um jornal de notícias e classificados gratuitos. Estamos há 25 anos no mercado e nosso principal diferencial é o jornal digital.