Coluna Diane Ruteski Principais

Coluna Diane Ruteski: As perguntas mais difíceis na entrevista de emprego. Dicas de como se sair bem.

Atualmente o objetivo de uma entrevista de emprego vai muito além de encontrar o candidato certo para determinada vaga, ela busca saber sobre propósitos de vida e também atitudes e valores, e se estes estão de acordo com o perfil da empresa, ou seja, as empresas não querem candidatos apenas com conhecimento técnico, e sim com objetivos e valores parecidos com os da empresa.

 

A entrevista de emprego é a chance que o candidato tem para destacar perante os demais candidatos, desta forma ir preparado faz toda a diferença e a dica preciosa é: faça reflexões sobre sua vida pessoal e profissional, pense sobre seus projetos a curto, médio e longo prazo, reflita sobre suas experiências profissionais e busque autoconhecimento, pois isso será essencial no hora “h”; e lembre-se: se você foi chamado para a entrevista é porquê conseguiu chamar a atenção dos recrutadores de alguma forma.

 

A primeira pergunta durante a entrevista de emprego é quase sempre um clichê: “ Fale-me sobre você”, e mesmo parecendo sendo simples, ela pode se tornar uma grande armadilha, pois geralmente os candidatos não sabem por onde começar e misturam muitas informações, a dica é manter-se calmo (a), organize seu pensamento e tente focar em duas experiências pessoais ou profissionais que possam exemplificar quem você é, tente criar uma conexão entre a experiência que você irá falar e a vaga pleiteada. Nesta pergunta, não tenha medo de falar de seus projetos pessoais e planos futuros, mas tenha cuidado para não exagerar. A chave do sucesso nesta questão é pesquisar muito sobre a empresa e a vaga que está concorrendo.

 

A segunda pergunta geralmente é “Por que você foi demitido ou por que você quer sair da empresa onde está? ”, não há outra saída a não ser a honestidade, seja franco, mas cuidados para não acabar falando mal da antiga ou atual empresa nas entrelinhas, busque relatar experiências positivas e alie ao seu crescimento profissional, por exemplo.

 

Outra pergunta muito comum é “Quais seus pontos positivos e negativos? ”, falar dos pontos positivos geralmente é mais fácil, porém os negativos não são simples assim, vale lembrar que algumas organizações já não fazem esse questionamento por ser uma pergunta muito comum, mas não se engane, empresas tradicionais continuam perguntando muito sobre isso. Nos pontos positivos cite habilidades que lhe diferenciam, competências técnicas que podem ser úteis para a vaga que está concorrendo, e quando falar dos pontos negativos, jamais fale respostas padrões como “eu sou perfeccionista”, além disso evite respostas prontas e mais uma vez lembre que autoconhecimento faz a diferença e a sinceridade ainda é a melhor opção, o segredo é você focar na solução e não no problema, por exemplo, se você sofre de ansiedade, ao invés de apenas falar isso, descreva o que está fazendo para melhorar.

 

A questão “Como os outros descrevem você? ”, é também uma das perguntas que podem deixar o candidato sem reposta rapidamente, nessa pergunta o recrutador quer saber qual imagem profissional você passa, então vale responder como professores o descrevem, ex-colegas de trabalho, antigos chefes e claro, tente trazer exemplos mais positivos possíveis.

 

Por fim, a tão temida pergunta “Por que devemos contratar você? ”, esse é o momento que deve vender seu peixe, cite exemplos,  mas lembre-se da humildade na dosagem certa. E é claro que  estar preparado fará toda a diferença: associe os valores praticados pela empresa com exemplos pessoais e mostre que tem vontade de fazer parte daquela equipe.

 

Vale lembrar que passar na entrevista não é o fim e sim o começo de uma história, por isso busque ser honesto ao responder aos questionamentos durante a entrevista de emprego para que sua caminhada profissional seja a mais sólida possível.

 

Deixo aqui algumas outras perguntas para reflexão, pois pode ser que na sua próxima entrevista você se depare com alguma delas:

  • Qual o emprego dos seus sonhos?
  • No seu currículo o que está mais próximo de uma mentira?
  • Como você lida com um dia ruim?
  • Como seu inimigo lhe descreveria?

 

Diane Ruteski é graduada em Administração de Empresas, especialista em Gestão da Excelência nos Negócios das Organizações, especializada em Tecnologias para Educação Profissional, pós-graduada em Educação e Diversidade, especialista em Gestão Escolar, pós-graduanda em Docência para Educação Profissional e graduanda em Pedagogia.

 

 

 

Fonte: Economia – iG @ https://economia.ig.com.br/2019-09-30/as-5-perguntas-mais-dificeis-de-uma-entrevista-de-emprego-saiba-o-que-responder.html

Fonte:https://www.metlife.com.br/blog/desenvolvimento-pessoal/perguntas-dificeis-que-voce-pode-enfrentar-em-entrevistas-de-emprego/

Fonte:https://vagaspelomundo.com.br/carreira/entrevista-de-emprego-as-perguntas-mais-dificeis-na-apple/

Comente esta matéria: