Coluna Diane Ruteski Principais

Coluna Diane Ruteski: A temida demissão e o plano de carreira

Por mais competente que você seja no seu trabalho, lembre-se que isso não lhe garante permanência eterna na empresa. O Brasil tem passado por um momento inédito e com consequências avassaladoras na economia.

 

O momento da pandemia devido ao COVID-19 tem feito com que muitas empresas fechem suas portas, suspendam contratos por tempo indeterminado e outras na tentativa se se manterem vivas, realizam cortes de custos que consequentemente acabam atingido não só os que desempenham mal suas funções, mas também aqueles que sempre foram ótimos profissionais.

 

A demissão pode ser uma das maiores derrotas profissionais e faz com que a maioria das pessoas saia com a sensação de estar perdido, sem saber o que fazer.

 

Atualmente estamos vivendo um momento de imprevisibilidade no cenário econômico, político e social e afirmar que estamos seguros dentro da empresa é algo impossível de se dizer, a não ser que você seja funcionário público, aí é outro capítulo desta história.

 

Desta forma, esteja preparado e caso a tão temida demissão chegue, você estará pronto para aumentar suas chances de voltar a trabalhar rapidamente, seja em outra empresa, seja como empreendedor, seja usando suas habilidades para ganhar dinheiro.

 

Ter um plano de carreira é de extrema importância, assim como não ficar na zona de conforto esperando os dias passarem. Estar preparado para uma possível demissão é o segredo de um bom planejamento de carreira, desta forma construa seu plano B o quanto antes.

 

A primeira dica é não fique paralisado pelo medo da demissão devido ao cenário que está vivendo, pelo contrário, use isso como motivação para agir e entrar em ação.

 

Analise com calma, e responda para você mesmo: com o que você gosta de trabalhar? O que você prioriza, dinheiro ou qualidade de vida? No que você tem maior habilidade? Qual a sua maior limitação e seu maior medo?

 

Pense em qual área alternativa gostaria de trabalhar e comece a pesquisar o que ela exige, questione se o seu currículo hoje atenderia todas as exigências para tal vaga. Se não, comece a se qualificar desde já, não espere perder o atual emprego para iniciar, pois as coisas podem fugir do controle, principalmente financeiramente.

 

Se seu projeto for abrir seu próprio negócio, comece a guardar dinheiro desde já, além disso converse com quem já passou por uma situação parecida, tire suas dúvidas, isso evita uma frustração futura.

 

Lembre-se que empreender não é somente abrir as portas de um negócio novo, é preciso conhecimento do segmento, do público e no mínimo um estudo de viabilidade.

 

Tenha contatos, mantenha seu networking. Manter contato regular com pessoas de áreas diferentes enquanto você ainda está empregado pode ser a chave do sucesso para se recolocar rapidamente no mercado, caso seja demitido.

 

A mais valiosa dica é: mantenha-se atualizado constantemente, busque uma área alternativa e comece o quanto antes, busque capacitar-se.

 

Saiba buscar, seja assertivo, não fique atirando para todos os lados, faça um bom plano de carreira, busque ajuda de profissionais especialistas se necessário.

 

Quanto mais especializado você for, melhor. Aprenda coisa diferentes diariamente e sonde diferentes segmentos.

 

Pesquise empresas que gostaria de trabalhar, pergunte a amigos colegas, como é trabalhar lá.

 

Atualize sempre seu currículo e vá além, busque novas e melhores oportunidades constantemente, isso é melhor que ficar estagnado por anos na mesma empresa, exercendo a mesma função.

Lembre-se, “tempo de casa” não é garantia de manutenção de emprego em épocas de crise, pelo contrário a empresa pode optar por enxugar os salários mais altos primeiro.

Enxergue novas possibilidades além do seu emprego e lembre-se, o “plano B” pode acabar se tornando o “plano A”, a qualquer momento. Quem tem planejamento, acaba sendo menos vulnerável em tempos de crise. Esteja preparado.

Diane Ruteski é graduada em Administração de Empresas, especialista em Gestão da Excelência nos Negócios das Organizações, especializada em Tecnologias para Educação Profissional, pós-graduanda em Educação e Diversidade, pós-graduanda em Gestão e Supervisão Escolar, pós-graduanda em Docência para Educação Profissional e graduanda em Pedagogia

Comente esta matéria: